Notícias

COMPREENDA A CERTIFICAÇÃO LEED E OS BENEFÍCIOS DE UMA EDIFICAÇÃO SUSTENTÁVEL

24/08/2019
Atualmente estamos testemunhando uma tendência de construção civil que está virando uma necessidade, pois reduz drasticamente o acúmulo de resíduos e evita o desperdício de recursos. As edificações sustentáveis são aquelas que além de reutilizar a água da chuva e reduzirem o uso de plásticos, também englobam ações de acessibilidade, aumento da qualidade de vida dos usuários, redução dos custos operacionais entre outros.

Existem instituições que visam conscientizar empresas e profissionais ligados ao segmento de construção civil sobre formas sustentáveis de planejar, construir e operar as edificações. Atualmente, a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) é a principal plataforma utilizada para edifícios verdes (Green Building), e certifica mais de 170 mil m² diariamente em todo o mundo.

COMO FUNCIONA?

Existem diferentes categorias de certificação LEED, com pré-requisitos e créditos de pontuações distintos para cada tipo de projeto. Um deles é o LEEDpara Projeto e Construção de Edifícios (Building Design and Construction – BD+C). Dentro desta categoria enquadram-se os seguintes projetos: Novas Construções (New Construction), Envoltória e Núcleo Central (Core and Shell), Escolas (Schools), Lojas de Varejo (Retail), Data Centers, Galpões e Centros de Distribuição (Warehouses and Distribution Centers), Hospedagem (Hospitality), e Unidades de Saúde (Healthcare). Esta é uma das principais categorias da certificação, que abrange diversos tipos de construções em vários segmentos de atuação.

A classe de certificação para cada tipo de projeto é dada pela pontuação obtida em checklists disponibilizados pela GBC. Os checklists para a categoria de Projeto e Construção de Edifícios são divididos nos seguintes itens: Localização e Transporte, Espaços Sustentáveis, Eficiência do uso da água, Energia e Atmosfera, Materiais e Recursos, Qualidade do Ambiente Interno (QAI), Inovação e processos e Prioridade Regional.
 
























Cada um dos itens do checklist possui uma pontuação máxima que pode ser obtida pelo empreendimento através do cumprimento de créditos. Cada crédito possui uma série de requisitos que devem ser atendidos pelo sistema para que os pontos relativos a ele sejam registrados. A soma total dos pontos obtidos em todos os itens do checklist define a classificação do empreendimento segundo os quatro níveis do LEED: Certificado (40 a 49 pontos), Prata (50 a 59 pontos), Ouro (60 a 79 pontos) e Platina (80 a 110 pontos).





Segundo estudos realizados pelo World Green Building Council (WGBC), o Brasil possui 14,83 milhões de m² certificados e ocupa a 4ª posição no rank mundial de certificação LEED. Os países com desempenho superior ao Brasil são: China (46,16), Canadá (40,77) e Índia (20,28). Esta lista reconhece mercados fora dos Estados Unidos, país de origem do LEED, que visem aumentar o número de construções de espaços onde as pessoas possam morar, trabalhar e estudar com melhor saúde e qualidade de vida. Embora não faça parte do ranking, o Estados Unidos seria o líder com 385,65 milhões de m² certificados.
Além dos níveis mencionados anteriormente, as construções também são divididas em 4 tipologias, que consideram as diferentes naturezas e necessidades para cada tipo de empreendimento. São elas:





Qualquer edificação pode ser enquadrada para solicitar uma certificação, não importa se são projetos novos ou retrofits. O cadastro para receber este selo de construção sustentável é feito no próprio site da GBC Brasil, de forma rápida e fácil. O fator principal é se o seu projeto vai atender os requisitos de pontuação para qualificação dos níveis de certificação.

PORQUE FAZER UM PROJETO LEED?

Uma construção sustentável é baseada em um tripé formado por fatores ambientais, sociais e econômicos. Desta forma, as construções sustentáveis trazem diversos benefícios ao meio ambiente e à sociedade, e não somente aqueles que trazem retorno financeiro.

A implementação de sistemas e tecnologias que possibilitam aos empreendimentos receberem a certificação LEED representam um aumento significativo no investimento inicial de construção.  Entretanto, a economia de anos com redução dos custos energéticos, de consumo de água e outros faz com que estas construções sejam cada vez mais repensadas em nossa sociedade.
Além do fator de redução dos custos operacionais, os imóveis que recebem as certificações LEED, independente de qual seja, acabam valorizando seu preço de mercado, principalmente para o segmento de locação de salas comerciais. Existem soluções, como por exemplo um sistema de aquecimento solar, com um payback de somente um ano de uso proveniente somente da redução dos custos proporcionados pelo mesmo.
O diretor do GBC Felipe Faria ressalta que o custo de construção corresponde a cerca de 15% dos gastos do edifício ao longo de seus anos de uso, o restante são custos de operação.

Além da significativa redução do custo de operação, a melhora da qualidade de vida é outro benefício de quem opta por edifícios e residências com certificação de sustentabilidade. “Passamos a maior parte do dia em ambientes fechados. Se esses espaços não oferecem conforto, teremos experiências negativas”, opina Felipe Faria.
A certificação Leed é uma forte aliada para tornar prédios mais inteligentes através da redução de desperdícios e a otimização nos processos para melhor utilização dos recursos tornando um empreendimento mais eficiente de alta qualidade e alto desempenho

MERCATO CONTRIBUINDO PARA A CERTIFICAÇÃO LEED
 
Em 2018 a Mercato se associou ao GBC Brasil com o objetivo de apoiar o movimento de construções sustentáveis em território nacional e, com isto, incrementar o seu conhecimento sobre como seu portfólio de produtos pode contribuir para a pontuação da certificação LEED.

Anteriormente foi explanado sobre os créditos, onde cada item do checklist pode possuir um ou mais pré-requisitos (obrigatórios para recebimento da certificação LEED, mesmo se possuir pontos suficientes. Esses pré-requisitos, mesmo se cumpridos, não atribuem pontos adicionais para a obtenção da certificação do empreendimento.

Um dos pré-requisitos para o item Energia e Atmosfera é a Medição de Energia do Edifício, cujo objetivo é apoiar a gestão de energia e identificar oportunidades de economias rastreando o consumo energético do prédio. Para obter este pré-requisito, devem ser instalados medidores e/ou submedidores de energia que permitam monitorar o consumo do edifício como um todo. Todos os tipos utilizados de energia devem ser monitorados: eletricidade, gás natural, vapor, propano, biomassa, etc. Medidores de concessionárias de serviços públicos, que possam agregar a essa função, também podem ser aproveitados pelo sistema. No mínimo, o consumo de energia deve ser rastreado em intervalos de um mês.
Um dos créditos associados ao mesmo item comentado acima é a Medição de Energia Avançada, cujo objetivo é similar ao do pré-requisito mencionado anteriormente, com a adição de que se deve, também, rastrear o consumo dos sistemas que compõem o edifício. Este crédito, se cumprido, adiciona 1 ponto para a certificação. Ele exige que sejam monitorados qualquer uso final individual de energia que represente 10% ou mais do consumo anual do edifício.

Outras características que devem ser atendidas para obtenção do crédito Medição de Energia Avançada (segundo o GBC Brasil, 2018):
  • Os medidores devem ser instalados de forma permanente, registrar em intervalos de uma hora ou menos e transmitir dados para um local remoto;
  • Medidores de eletricidade devem registrar o consumo e a demanda. Medidores de eletricidade de todo o edifício devem registrar o fator de potência, se adequado;
  • O sistema de coleta de dados deve usar uma rede local, sistema de automação predial, rede sem fio ou infraestrutura de comunicação comparável;
  • O sistema deve ser capaz de armazenar todos os dados de medição por pelo menos 36 meses;
  • Deve ser possível acessar os dados remotamente;
  • Todos os medidores no sistema devem ser capazes gerar relatórios horários, diários, mensais e anuais do uso de energia
A linha Omnirate da Mercato oferece soluções de hardware e software para atender a todas estas especificações requeridas pelo LEED. Os medidores podem realizar o registro de variáveis de consumo como energia ativa, reativa, fator de potência, BTU meter e totalização de entradas de pulso com resolução de 1 hora. Além disso, também pode-se registrar o valor de demanda ativa com resolução de 15 minutos, e variáveis de temperaturas, tensões RMS e entradas analógicas com resolução de 5 minutos.

Os medidores podem ser adquiridos com duas opções de protocolo de comunicação padrão: Modbus ou BACnet, ambos utilizados amplamente em sistemas de automação prediais. Eles possuem interfaces de comunicação Ethernet e RS-485, apresentando flexibilidade para integração de equipamentos em rede, e possibilitando também a comunicação com sistemas em outros protocolos através do uso de gateways. Os dados registrados podem ser acessados por qualquer computador que esteja conectado na rede de automação.

O software Omnirate View, solução para visualização de históricos de consumo e para rateio de utilidades, permite agrupar diferentes medidores para monitoramento conjunto dos dados, com resoluções de tempo em horas, dias, meses e anos. Não há limite para o cadastro de variáveis e nem para o tempo de armazenamento de dados no sistema. Além disso, os próprios medidores armazenam os dados de consumo em memória interna, com autonomia de até 60 dias. Assim, caso ocorra algum problema na rede de comunicação, os medidores continuam a aquisição de dados, e assim que a rede for reestabelecida as informações são descarregadas para o sistema de gerenciamento.
Assim, a linha Omnirate possui todas as ferramentas necessárias para atender aos requisitos LEED que dizem respeito à medição de energia do empreendimento, sendo mais uma das soluções da Mercato para alcançar a excelência em prédios inteligentes!
 
 

Notícias Relacionadas

Matriz Canoas

Rua Capistrano de Abreu, 89. Bairro Niterói
Canoas, RS - Brasil | Cep 92120-130
Fone: +55 [51] 3115.9850
Fone: +55 [51] 3032.1777
Fone: +55 [51] 3478.MERC
Atendimento: Seg à Sex 8:00 às 18:00
comercial@mercatoautomacao.com.br

Escritório São Paulo

Av. Paulista, 726, 17º Andar, Cj 1727. Bela Vista
São Paulo, SP - Brasil | Cep: 01310-910
Fone:+55 [11] 4506-3237
Atendimento: Somente com hora marcada.